Aracaju, 21 de Novembro de 2019
Buscar no Site
Facebook Twitter Youtube RSS Fórum News
acessorestrito_topic
img_137756191992.jpg

01/10/2014 - Ações do Sebrae Sergipe em pauta na reunião-almoço do Fórum Empresarial

`As Ações e os Objetivos da atual Gestão para o Sebrae/SE`. Este foi o tema da palestra do superintendente Lauro Vasconcelos, realizada durante reunião-almoço do Fórum Empresarial de Sergipe. Para o coordenador do Fórum Empresarial, Ancelmo de Oliveira, foi um encontro relevante às lideranças empresariais, que puderam conhecer em detalhe as áreas de atuação do Sebrae, em nível nacional e local, bem como os diversos projetos do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Sergipe.

"Pela sua estrutura e organização interna, o Sebraeé um entidade que, além de prover esses recursos, tem um orçamento que é cumprido à risca. Há uma distribuição de recursos proporcional à arrecadação de cada Estado, mas isso não é um fator limitativo de novas ações. Grandes projetos que estão dentro do escopo da micro e pequena empresa, podem receber suplementação orçamentária inclusive do próprio Sebrae Nacional", informa Oliveira.

Ainda segundo o coordenador do Fórum Empresarial, oSebrae é uma das poucas entidades que cumpre o orçamento e suas obrigações. "Participei, durante oito anos, do Conselho Fiscal do Sebrae Nacional, e fui presidente deste Conselho durante quatro anos. Poucas entidades cumprem o orçamento como o Sebrae.Na nossa reunião deste mês, o superintendente do Sebrae em Sergipe trouxe índices locais em comparativo com outras entidades do mesmo porte no Brasil e falou da distribuição de recursos focada nos microempresários", destaca Ancelmo de Oliveira.

Para Lauro Vasconcelos, o cliente do Sebraeestá no setor empresarial, representado no Fórum Empresarial pelasinstituições de classe. "Nosso público alvo está no setor empresarial e estas instituições de classe representadas no Fórum Empresarial têm os seus associados com diversas demandas. O Sebraenecessita atingir suas metas, por isso a importância do diálogo com todas as áreas. Nesta reunião-almoço temos o nosso produto, que precisa conhecer bem os serviços que a gente presta. É importante esta parceria e a interação do Sebrae com estas instituições de classe", pontua o superintendente do Sebrae Sergipe.

Durante o encontro do Fórum Empresarial de Sergipe, Vasconcelos informou que o orçamento 2014 do Sebrae Sergipe foi de R$ 47 milhões e que a projeção para 2015 é de R$ 54 milhões. Sobre a formalização de Micro Empreendedores Individuais (MEI), já somam 4 milhões. "Dividimos este orçamento por setor e o que tem mais recursos destinados é o comércio, mas sempre buscamos equacionar com os outros. Na nossa pesquisa de satisfação geral, a média nacional foi de 8,73. O Nordeste teve pontuação de 8,79 e Sergipe ficou bem acima, com média 9,1", revela Lauro Vasconcelos.

Participações

A reunião-almoço do Fórum Empresarial contou ainda com a participação do advogado Vitor Barreto, assessor para Assuntos Tributários da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio). Barretotrouxe às lideranças empresariais importantes informações sobre o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCMD), um tributo de competência estadual.

"Fomos convidados a fomentar este debate a respeito do tema no Fórum Empresarial, pois fui questionado por alguns empresários sobre a legitimidade e unidade da cobrança após um artigo que escrevi para a revista Fecomércio e para o jornal Cinform. O ITCMD foi instituído pela recente Lei nº 7.724, de 08 de novembro de 2013. A alíquota deste imposto é de 4%. A legislação atual inova ao trazer de forma expressa regramento sobre a fiscalização, o processo administrativo e a emissão de certidão negativa, entre outras", explica o assessor da Fecomércio.

Também foram convidados a participar desta edição do encontro mensal do Fórum Empresarial alguns representantes da Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe (Fanese). O professor Albérico Ferreira (coordenador Acadêmico), Laura Colares (coordenadora de Pós Graduação e Extensão) e Andréa Patrícia Rabelo (assessora de Comunicação e Marketing) propuseramparceria entre a entidade e o curso de ´Gestão e Negócios da Fanese. Segundo o coordenador do Fórum Empresarial de Sergipe, esta foi a primeira interação com a Fanese e será realizada uma visita à sede da instituição para mais detalhes a respeito da parceria.

Ao final da reunião-almoço, a Comissão de Atualização do Estatuto do Fórum Empresarial de Sergipe se reuniu para concluir alguns pontos da reforma do Estatuto. Participaram o coordenador Ancelmo de Oliveira, o CEO Jorge Santana (Infox) e o advogado Cléverson Faro, assessor tributário do Fórum Empresarial. O vice-coordenador da entidade, Jorge Flávio Santana, também integra este grupo de trabalho.
O encontro mensal, que reúne representantes das entidades filiadas ao Fórum Empresarial, tem o apoio do Sebrae Sergipe.

Por Waneska Cipriano, jornalista (DRT/SE 875)
Assessora de Comunicação do Fórum Empresarial

Ver outras notícias »

Fórum Empresarial de Sergipe

Rua José do Prado Franco, 557
Centro - CEP 49010-110 - Aracaju-SE
Telefone: (79) 3205-9767

apoio_sebrae
apoio_sebrae
Facebook Twitter Youtube RSS Fórum News
logo_agw